Digital clock

terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

Assim começo minha jornada...

Hello Catitas...

Assim começo minha jornada. Minha filha de 11 anos e eu, com 31 anos e 148 kg!
     Sinceramente eu pensei em inúmeras maneiras de começar esse blog. Pensei em dizer como cheguei até aqui, contando minhas lutas do passado. Pensei em dizer que estou completamente feliz e mostrar só meu lado bom (o que seria um tanto hipócrita da minha parte). Mas achei melhor começar a partir do que vier de hoje pra frente, abrir meu coração e deixar que ele fale por mim, sem dar tanta importância ao que já passou, porque como dizem, águas passadas não movem moinhos. Falar sobre meu passado, vai abrir feridas que não sei se quero lembrar que existem! 
   Algumas pessoas podem considerar uma covardia, até por que meu passado tem tudo a ver com que me tornei hoje, principalmente por eu ser obesa. Mas aqui quero postar meus desejos e planos para o futuro e, se, por acaso, em algum momento eu achar que devo comentar ou contar algo do meu passado, eu o farei. Mas nesse começo de blog, vou dar preferência ao que eu quero pra minha vida a partir de hoje! Em como minha vida está no presente e quais são minhas expectativas para o futuro! Vamos ficar combinadas assim??!rs. Então vamos lá, começar os trabalhos...rsrs.

     Eu resolvi fazer esse blog a partir de uma decisão que tomei que partiu, na verdade, de uma mera curiosidade. Eu nunca me imaginei (mesmo estando há anos obesa) decidir optar por uma gastroplastia (redução de estômago) porque, na minha cabeça (pura ignorância), isso era um tipo de mutilação e uma decisão um tanto drástica. Mas sei lá por que, nas minhas andanças pela internet, eu achei no youtube um vídeo de uma mulher que havia feito a cirurgia, onde ela contava todos os detalhes do pré, meio e pós operatório. Assisti um, dois, três... e acabei perdendo as contas e a noção do tempo de quantos vídeos sobre o assunto eu vi naquela tarde, rs. E vi que a gastroplastia, é sim uma alternativa que se deve considerar em casos como o meu, de obesidade mórbida. E resolvi me informar mais e correr atrás dessa solução que pode ser a minha última alternativa de ficar realmente bem comigo mesma e saudável!

   Estou acima do peso desde os 13 anos de idade, mas sinceramente até meus 25 anos, isso nunca me incomodou! Eu sempre tive uma boa relação com meu corpo e com o sexo oposto, então não via problema nisso. Mas a coisa começou a sair muito do controle e eu alcancei (engordei entre 25 e 31 anos 40 kg) meus 149 kg! Mesmo depois de engordar 40 kg em tão pouco tempo, eu continuei fazendo aquela linha que acho que todo gordinho faz "tô bem assim, sou feliz e é isso que importa", só que no fundo no fundo, ninguém gosta de ser gordo, nem motivos de piadas, nem ter que fazer piadas de si mesmo pra evitar que os outros façam! Percebi também que passei a evitar sair na rua, até chegar ao ponto de ficar um mês inteiro sem por o pé na rua! Isso tá me fazendo muito mal, e atrapalhando todos os setores da minha vida! Mas, cá entre nós:  é horrível você sair na rua e perceber que as pessoas estão te olhando, seja com olhar de pena, seja com olhar de preconceito! Isso quando não têm uns babacas pra mexerem e fazerem piadinhas! E pegar ônibus?! É impossível você ver uma roleta e não se imaginar entalada nela, com todas as pessoas te olhando e rindo de você (isso nunca aconteceu comigo, mas sempre tive medo que acontecesse). Então, sair na rua por esse e mais alguns motivos, se tornaram último caso! Agora é difícil demais sair com meu marido para festas e encontrar os amigos dele ou os meus e ter que ficar o tempo todo fazendo a linha "me amo assim" e sorrir o tempo todo! Eu tô cansada dessa hipocrisia! Sempre fui uma pessoa vaidosa, sempre adorei maquiagem, sapatos de salto, vestidos da moda, lingeries diferentes... mas hoje tá quase impossível manter isso! Nem nas lojas plus size eu encontro algo que caia realmente bem em mim! É muito frustrante você gostar de uma peça e ela não ter para o seu tamanho... Comprar uma calcinha linda e ela ficar embolando e te cortando. Ter que usar extensores pra sutiens que nunca vestem direito... enfim... cansei de fingir que tudo isso não me incomoda e resolvi fazer a gastroplastia! E a partir de hoje eu vou dividir aqui, tudo o que eu terei que fazer para alcançar meu objetivo de voltar a ter o peso ideal. Até eu poder sentar e cruzar as pernas (acho sexy, rs) e nunca mais ter que me equilibrar na ponta de cadeiras de plástico com medo de que ela se desmanche com o peso do meu corpo, em um bar ou numa festa! Estou decidida e vou começar a correr atrás das providências necessárias para ser operada.

   Nossa, como um simples blog pode nos fazer falar coisas que nunca mencionamos a ninguém, e pode nos tirar um peso dos ombros e nos fazer tão bem, né menina?!!rs
          

                *********RUMO À GASTROPLASTIA**********
Por hora é só!
Bejinhus meus...



2 comentários:

  1. Tao orgulhosa de voce, minha linda, por ter a coragem, coragem nao, bravura, de olhar para si mesma. De usar a tua honestidade para fazer um inventario da tua propria vida. Voce sabe quantas pessoas tem coragem pra isso? Nao muitas. E voce tem! E nao so coragem de olhar para si mesma, mas para abrir o teu coracao para o mundo e mostrar para todos o que esta dentro dele. Os medos, os anseios, os desejos, as dificuldades, as batalhas. Eu vejo tanta gente no mundo desperdicando energia, fingindo que esta tudo bem, que estao felizes, que nao precisam mudar nada. Apontando o dedo pra todo mundo menos para si mesmos. Mas a unica chance de sermos felizes comeca do auto-conhecimento. Na entrada do Oraculo, na Grecia, esta escrito "Conhece-te a ti mesmo". Eh um mandamento muito profundo. Como podemos viver 24 horas por dia com uma pessoa que nao conhecemos? E voce esta mergulhando dentro de si mesmo, navegando pelos canais, saltando os obstaculos para chegar a essencia da Angelica. E a essencia eh pura, bonita, imutavel, um pedaco de Deus, que na verdade, todos nos somos, mas nos distraimos tanto com as coisas do mundo que perdemos o contato com esta nossa essencia perfeita. Na filosofia de Yoga, um dos ensinamentos eh "svadhyaya", ou auto-estudo, o que vc esta fazendo neste momento. Estou muito feliz por voce, muito mesmo. E estou disponivel para o que voce precisar. Te amo muito!

    ResponderExcluir

Comentem Catitas! Adoro saber o que vocês estão achando das postagens! Um beijo!