Digital clock

segunda-feira, 11 de março de 2013

Falando da minha saúde... Desabafo!

Hello Catitas...  

     As pessoas sempre ficam espantadas quando me perguntam se eu tenho algum problema de saúde e eu respondo que "não". Isso não os deixa satisfeitos, e eu explico, que até onde eu sei, não tenho nenhum tipo de doença, que nunca fiz nenhuma cirurgia (a não ser odontológica), que nunca quebrei uma perna, ou levei  pontos (salvo no meu parto, que foi normal, e na mesa do dentista, para extração de dente), que não tomo NENHUM medicamento periodicamente, e que não sofro de nenhuma dor crônica nas articulações (quando cheguei ao meu peso máximo,149 kg, eu sentia muita dor no joelho direito, mas quanto perdi 3 kg, a dor passou e não tive que tomar nenhum medicamento ou fazer tratamento) .
    Graças a Deus, até onde eu sei, eu não tenho nenhum dos problemas crônicos de saúde associados a obesidade, como: Hipertensão, diabetes, dores articulares, tireoide... E isso pra mim é ótimo! Mas eu sinto que as pessoas ficam, não só espantadas, mas, como também, "decepcionadas", quando respondo sobre esse assunto a elas! Essa é a sensação que tenho! E isso me deixa, às vezes, com muita vontade de dar uma resposta malcriada, mas até hoje, eu simplesmente, lamento e mudo de assunto...
   Será que é impressão minha ou as pessoas tem "orgulho" de carregar em seu currículo médico uma lista imensa de doenças e problemas de saúde?!! É impressão minha, ou as pessoas sentem orgulho de ter que tomar mil e um medicamentos pra essas mesmas doenças e problemas?!! Como assim?! No nosso mundo "o mundo dos obesos", infelizmente essas doenças nos perseguem, por conta da nossa má alimentação e falta de atividades físicas... e, fico muito triste quando vejo uma pessoa sofrer com esses problemas relacionados a obesidade... mas daí a se referir a essas mesmas doenças, como se fosse um troféu e sair por aí cheios de orgulho enchendo o pulmão de ar para mencionar a lista sem fim de seus problemas médicos, chegando ao ponto de te olharem como se você fosse uma "anormal", por não carregar nenhuma dessa doenças, pra mim já é demais!!! Eu posso até estar exagerando (mas acredito que não, pois eu vejo essa reação há anos) mas, essas pessoas não deviam achar legal o fato de um obeso não ter nenhuma co-morbidade?! Mas infelizmente as reações que registrei até hoje, não foram essa, ser obeso já é uma doença e um estigma muito grande para se lidar, e eu sou muito grata, por até hoje não ter tido nenhum problema grave de saúde... mas será que isso é  tão inacreditável assim? Porque as pessoas além de não acreditarem, ficarem espantados, decepcionados e de me olharem com aquelas caras de "pena" (porque é o que me parece) elas ainda me questionam e ficam tentando arrumar alguma doença pra mim, me dizendo: "não, você deve ter alguma doença sim, pelo seu peso, você pode ter certeza de que tem procurar um médico e faça os exames que você com certeza deve ter diabetes, colesterol alto e pressão alta, no mínimo!" O QUÊ??!! Pelo amor de Deus! Se não tem nada me incomodando, se sempre que eu meço a minha pressão ela está dentro da normalidade, se eu não sinto nenhuma dor e se em, até a última vez que eu fiz exames, nada de grave foi constatado, porque eu vou procurar um médico pra caçar doenças em mim?!! Será que sou eu que tô louca ou são essas pessoas que estão? Eu tenho sim todos as chances e probabilidades de ter alguma doença por conta da minha obesidade e por contar do meu histórico médico familiar (minha mãe tem pressão alta),  pelo meu sedentarismo e compulsão alimentar dos últimos anos. Mas, se eu não tenho:  UHU! Graças a Deus, né?!!
 
   Se alguém que estiver lendo isso agora, por acaso se sentir incomodando com a minha falta de "doença", eu vou tentar "desvendar" alguns possíveis motivos para eu (pelo menos ainda) não ter detectado nenhuma doença grave em mim:
 
     Eu nasci "obesinha",rs, com: 52 cm e 4,500 g (bem raro para época). Mas não me mantive assim por muito tempo, tive o peso normal pra minha idade entre 01 ano até meus 12 anos de idade. De doze para treze anos de idade, eu comecei a engordar (propositalmente. SIM, eu engordei porque eu "quis", e o motivo foi [vou resumir beeeem a história, porque falar sobre isso ainda me faz mal!]: Eu sempre fui uma criança muito bonita e muito desenvolvida para minha idade [em questão de altura e mentalidade, essa segunda parte, porque fui obrigada a pular minha infância para fazer serviços domésticos e ser "mãe" dos meus dois irmãos mais novos, pela minha mãe e automaticamente, acabei "amadurecendo" antes do tempo] sempre chamei muita atenção por conta da minha beleza, mas entre todos os admiradores da minha beleza, existiam pedófilos, que começaram a me assediar sexualmente desde os meus 06 anos de idade e me perseguiram até eu tomar a decisão de me tornar gorda, e a me esconder dentro de roupas largas e masculinas e a me tornar agressiva, ignorante, e violenta com qualquer um que ousasse a se aproximar de mim, isso mais ou menos com 13 anos de idade) e consegui engordar como eu desejava. 
    Depois que consegui me livrar dos assédios, voltei a ter uma vida "normal" em um novo bairro, e sempre fui muito ativa. Por morar em um bairro tranquilo, eu entrei na adolescência brincando na rua com outras crianças diariamente e, a gente gastava muita energia!rs. Eu sempre gostei muito de correr, de brincar de vôlei, queimada, e todos os "piques" que a infância de antigamente tinha, mas a minha maior paixão, sempre foi dançar!
     Só que entre as fugas dos meus abusadores, meu processo de engorda, e minhas brincadeiras e danças, eu perdi o controle e me tornei uma obesa. Mas até uns 6 anos atrás (quando eu pesava 120 kg) eu sinceramente nunca me incomodei em ser gorda e sempre me mantive muito ativa! E acho que minha saúde se deve a essas atividades que eu sempre pratiquei. Na é poca, apesar de já ser considerada obesa, eu me sentia linda e bem comigo mesma, estar acima do peso nunca me trouxe maiores problemas e nunca me limitou a fazer nada do que eu gostava (hoje eu já não tenho mais essa facilidade e mal consigo calçar meus sapatos sozinha!) e nunca tive problemas de saúde, pelo contrário, eu sou difícil até, de pegar uma gripe! Eu sempre tiver horror a hospital e nunca gostei de tomar remédio (isso se segue até hoje, rs) eu só tomo um remédio quando a dor já está insuportável, ou quando é prescrito pelo médico (quem convive comigo diz que eu sou masoquista, porque prefiro ficar sentindo dor!rs. Mas é que eu acho que remédio mais faz mal do que bem, então, só tomo por conta própria em último caso) e, só vou ao médico, quando estou "morrendo" (sim, eu sei, isso não é legal, pois não ir ao médico logo que você começa a ter sintomas, pode prejudicar o tratamento).
     Até meus 25 anos, meu peso não me incomodava. Só que nessa época eu passei por uma fase psicológica punk e entrei em uma depressão profunda, comecei a me isolar e só comer me consolava.... foi nessa fase também, que eu comecei a abusar de bebidas alcoólicas  e passei a beber refrigerantes com mais frequência. Do Álcool, eu não fiquei dependente e conseguir sair fora ha tempo, mas o refrigerantes, durante esses seis anos, se tornou um vício! Resultado: 40 kg a mais, e muitos centímetros extras em minha nada simplória circunferência abdominal (que antes, mesmo acima do peso, nunca foi grande)!
    Nesse processo de pré-operatório sei que vou fazer milhões de exames, exames que eu nunca fiz antes! Isso vai ser bom pra saber como anda minha saúde atualmente, com certeza meus índices não devem estar muito normais, porque no último ano a compulsão por alimentos gordurosos triplicou, ao ponto de me fazer decidir recorrer a cirurgia, antes que alguma dessas doenças típicas da obesidade (que são excessivamente graves e mortais) me possuíssem.
    Hoje é minha primeira consulta com o endócrino e amanhã será minha primeira consulta com a nutri. Agora sim, vai começar a betaria de exames e, SE, eu tiver alguma doença, a cirurgia vai me ajudar a vencê-la! Assim espero! Torçam para que tudo dê certo e que eu continue sendo uma exceção nesse quesito, certo?!!rs.

Por hora é só!
Bejinhus meus...



Facebook: http://www.facebook.com/angelicaapimenta.gastroplastia
Twitter: @angelicagastro


  

3 comentários:

  1. Oi Angelica, conheci seu blog agora e pelo pouco que li vejo q vc vai operar. Te desejo toda sorte do mundo e conte comigo para o q precisar.
    Bjuss

    ResponderExcluir
  2. Obrigada linda! É muito importante pra mim esse apoio de vcs! Seja sempre bem vinda!
    Bejinhus meus.

    ResponderExcluir
  3. Brave!
    Voce esta certa: muitas pessoas se definem pelas doencas delas. Eu tive um namorado que se apresentava a alguem novo e ja comecava a falar de um problema cronico que ele tinha na coluna. E notei que muita gente faz isso, carregam as proprias mazelas como um trofeu. Nao me admira que remedio nenhum de jeito nelas, pois a pessoa se agarra a estas coisas com unhas e dentes! Voce eh muito saudavel, gracas a Deus, e que continue assim. Quem acha que vc tem que ter doenca eh doente, eles eh que precisam de tratamento.

    ResponderExcluir

Comentem Catitas! Adoro saber o que vocês estão achando das postagens! Um beijo!