Digital clock

quinta-feira, 6 de junho de 2013

Sétima sessão de terapia em grupo: auto-observação e autoconhecimento!

Hello Catitas...





    Ontem tivemos a sétima sessão de terapia em grupo e, segundo a psicóloga, esse foi o tema mais importante da nossa trajetória. Somente com auto-observação e autoconhecimento, poderemos  mudar nossos hábitos em definitivo e alcançar a tão sonhada qualidade de vida e o sucesso a longo prazo.

- Auto-observação: sf. Observação, estudo, análise de si mesmo.
-Autoconhecimento: s.m. Conhecimento de si próprio, das suas características, qualidades, imperfeições, sentimentos etc; que caracterizam o indivíduo por si próprio. 
(Etm. auto+ conhecimento).

Fonte dicionário online.


O que eu entendi e analisei dentro do tema:

   Porquê esses dois fatores são tão importantes em todos os setores da nossa vida? Porque somente através deles, poderemos nos conhecer e tomar ciência de nossos pontos fortes e fracos e identificar o que teremos que mudar, aprimorar e/ou melhorar em nós e, identificar nossos limites diante das situações da vida, nesse caso, diante da mudança drástica de comportamento e hábitos físico, alimentar e psicológico que o preparo para o pré e o pós-operatório nos exige (para quem optar pela redução de estômago)! Sem autoconhecimento, fica difícil da gente fazer as mudanças necessárias e obter sucesso na RA e nas AF. Porque o que nos trouxe até a obesidade foram os hábitos ruins, que levamos anos para adquirir, e, que, não vamos nos livrar do dia para a noite ou apenas realizando a cirurgia de redução de estômago!
   A auto-observação é uma ferramenta muito útil, que pode e deve ser usada a nosso favor, nessa nossa fase de "renascimento". O problema é que: Somos imediatistas e queremos ver resultados rápidos, e, mudanças de hábitos, alcançam resultados a longo prazo. Por isso que normalmente, quando, lá atrás, fazíamos dieta, conseguimos perder peso, mas os recuperávamos em dobro, porque tudo ia muito bem, mas quando chegava em um certo momento, a gente deslizava e ao invés de identificar o que nos fez sair da linha e procurar outro caminho para obter sucesso (obtido somente com autoconhecimento), nós desistíamos e voltávamos a estaca zero cometendo os mesmos erros que adquirimos ao longo do tempo com os maus hábitos que nos fizeram chegar a obesidade. 
   O problema maior ao meu ver, é que as pessoas que fazem a redução de estômago, acham que estão imunes a isso, pois mesmo que não consigam mudar os maus hábitos e não saibam lidar com as vontades (que não vão embora com a parte do estômago que é inutilizada, simplesmente por estar na cabeça) conseguem perder muito peso e, acabam a longo prazo (normalmente após 2 anos de cirurgia) voltando a engordar por conta da falta de auto-observação, autoconhecimento e autocontrole.

     O problema que tudo na teoria é uma beleza, né?!rs. Não pensem vocês, que só porque eu  tenho essa noção, que eu estou conseguindo pôr em prática não! Eu por exemplo, nessa última semana estava numa "bad" e perdendo o ânimo,  mesmo tendo eliminado 10 kg, não estava conseguindo observar os resultados nas roupas ou no espelho, fazendo com que eu me sentisse desmotivada e quase jogando no lixo tudo o que eu conquistei até aqui!
   Mas, graças ao meu MARAVILHOSO grupo de amigos da sessão de terapia e minha psicóloga #phodástica Moema, eu fui alertada de que eu deveria estar com outros problemas não relacionados com meu emagrecimento, que estavam me causando essa tristeza e desânimo. Recebi o alerta e um dever de casa especial: Me auto-observar e identificar quais são os fatores que estão me deixando desse jeito "down".
    Resultado:  Tive uma crise existencial ontem, tentando fazer minha auto-avaliação, mas consegui chegar a algum resultado e já estou correndo atrás para resolver as outras coisas que estão me afetando nessa minha mudança de hábitos para uma vida saudável!rs. Foi meio punk, porque eu sempre tive o hábito de fugir de uma auto-avaliação, porque nunca fui feliz comigo mesma (não com o corpo, mas pelas coisas que deixei de fazer por mim mesma). Tenho uma enorme facilidade de falar da minha vida quando envolve a participação de outras pessoas, de forma boa ou ruim... mas quando se trata de mim comigo mesma, aí complica! Mas, vamos que vamos! 
    Eu sei que sem autoconhecimento não conseguirei obter sucesso em nada na minha vida, como tem sido até hoje... O lema é: Um passo de cada vez e rumo ao sucesso, porque eu mereço, quero e posso me colocar em primeiro lugar sim! 
    Corro disso desde que me entendo por gente, mas chegou a hora de finalmente me priorizar! O principal fator que eu identifiquei é que não estou, MESMO, feliz comigo mesma. 
    Eu fugi durante todos esses anos desse encontro cara a cara comigo mesma, mas chegou a hora de me encarar e fazer algo para mudar essa realidade. Passei a vida me dedicando aos outros e nunca me coloquei em primeiro lugar. Não estudei, não tenho profissão, dependo do meu marido até para comprar uma bala (sendo que lá atrás, comecei a trabalhar fora com 13 anos, para ter minha indepêndencia financeira) e isso (depender) me faz muito infeliz! 
    Só que acho que agora, com toda essa mudança acontecendo e com essa minha nova esperança de finalmente TER uma vida com mais qualidade, me fez ver que eu PRECISO me encarar e mudar TUDO
que vem me incomodando há anos e que eu sempre empurro com a barriga, porque sempre foi a maneira mais fácil. Para poder me tornar por fora a pessoa que eu sempre fui no meu íntimo: linda, bem sucedida e feliz comigo mesma!
    Meu primeiro passo:
 Voltar a estudar! Já tô correndo atrás, ligando e procurando o melhor lugar para que eu possa retomar meus estudos (parei na oitava série). Com o decorrer das coisas, venho contar as novidades procês!rs.

   Sei que o post ficou longo, mas eu precisava externar tudo isso e sei que não há melhor lugar para fazer isso do que aqui, com vocês!rs. 

Ps* Proponho a vocês que também façam esse dever de casa. Não vai ser fácil, mas com certeza, se você conseguir (e eu tenho certeza de que vai), será muito útil e valerá muito a pena! 

    Auto-observação = autoconhecimento = auto-controle!

Por hora é só! 
Bejinhus meus... 



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentem Catitas! Adoro saber o que vocês estão achando das postagens! Um beijo!